05 janeiro 2007

Para quê simplificar quando...















se pode complicar? né verdade?

Se não vejamos...
Eu até tinha um cabelo giro, até nem estava mal...
Como sempre, cheia de ideias geniais, resolvi mudar o look!
Vou ao cabeleireiro. Ele só cá p'ra nós, também é um gajo cheio de ideias...

- O. quero mudar de visual, estou farta deste cabelo (típica conversa de gaja, que está farta de estar bem...)
- Ó miga, vamos a isso!

Aqui comecei a ficar receosa com a segurança dele...

Disse-lhe que queria mudar um bocado a cor, estava muito loura, mas para ter em atenção o facto de nunca ter sido morena (não vá o diabo tecê-las... e o gajo distrair-se!)

- Vou-te por linda!
pronto! foi neste momento que comecei a tremer!
Eu que nem me costumo "entregar" assim... "entreguei-me" a ele de coração aberto:
"Estou aqui O. faz o que quiseres de mim..." (o gajo é de confiança)...

Uma hora depois saí de lá uma nova mulher...
Passei por uma montra e assustei-me, pensava que me andavam a seguir...
Vou buscar o meu filho. Olha para mim desconfiado...

- então amor, gostas?
- ahhh... ehhh.... hããã...
- então não me digas que não gostas (mas não digas mesmo!!!!!)
- gosto Mãe... mas...
- mas o quê?!
- pareces outra pessoa...

Confirma-se! Quando não tenho problemas arranjo!

imagem: images.com

12 comentários:

Anónimo disse...

pois, as mudanças nem sempre sao faceis de aceitar. e´uma questão de hábito. mas nao te assustes. vais recuperar a tua identidade! Porque por mais mudanças visuais que se faça, o interior é que comanda. O teu filho vai "reconhcer-te"! eh eh eh
bom fim de semana!

vinte e dois disse...

Isso faz-me lembrar quando eu tinha uns 6 anos a minha mãe tb mudou de penteado e de cor. Quando ela me foi buscar à escola, lembro-me que não a reconheci à primeira e até fiquei com medo que ela mudasse ainda mais e que eu deixasse de a reconhecer de vez ;D

Princesa Madalena disse...

Também tenho essas pancadas de vez em quando. Estive loira durante anos, ha dois meses fartei-me e pintei de castanho. Custei muito a habituar-me , mas agora acho que ate não esta mal, vais ver que com o tempo sentes o mesmo. Beijinhos

chuvamiuda disse...

.................

Deila lá amiga, isso normaliza

então para variar é a vida

todo o mal fosse esse

eles os catraios é que são terríveis, não disfarçam nadinha

ehehehe
mas são uns queridos e umas queridas

de vez enquando é preciso fazer aquilo que nos dá na telha

..............

Beijos e bom fim-de-semana

Anónimo disse...

:) Bonito. Bom fim-de-semana.

Alma Nova disse...

Minha amiga, a mudança de visual é boa, faz-nos bem, refresca-nos a visão. Por outro lado também serve para mostrar aos outros e, às vezes, a nós mesmos, que cada um é o que tem dentro de si e não a sua aparência exterior. Jokitas.

Anónimo disse...

é o primeiro impacto...

de certeza que depois te habituas!
;)


(eu uso sempre o cabelo da mesma maneira: comprido, liso, direito.
e ñ sinto vontade de mudar...)

Nilson Barcelli disse...

Problemas desses resolves tu bem...
Não faço a mínima ideia de ti, no antes ou no depois, mas de vez em quando faz bem ao ego mudar o visual. Mesmo que os filhos quase não te reconheçam...
Beijos.

naoseiquenome usar disse...

Esses "problemas" são giríssimos:)

Anónimo disse...

Então?! Mas ao menos a missão está cumprida! Não querias mudar? LOL
Mas agora, que ninguém nos ouve, conta lá... Quando uma mulher quer mudar de aparência é porque, na verdade, quer mudar algo mais profundo e não consegue. E começa sempre pelo cabelo... Está tudo bem contigo...?
Já agora... Não sei se é comum a todas as mulheres, mas eu quando corto o cabelo, mesmo que seja só um bocadito, detesto sempre o corte! Por isso, se calhar até estás MUITO BEM e não sabes.

Bj.

Eva disse...

Ehehe, as crianças são mesmo os maiores criticos, e os mais sinceros também. Mas olha, antes isso, do que quando saimos do cabeleireiro e ninguém nota nada, é frustrante!;) E depois por certo que és muito mais que uma cor ou corte de cabelo, e a tua essência nunca se perde!;)

"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o Mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades."
Luís Vaz de Camões

Luis Eme disse...

A minha mulher também está sempre à espera de um elogio quando chega do cabeleireiro... mas o que eu descubro são diferenças, que não têm que nem sempre estão relacionadas com beleza.
Mas estas mulheres que querem sempre um elogio, mesmo que seja mentiroso...