21 fevereiro 2008

hoje não!

Hoje quis-te por perto.
Hoje foi difícil... quis-te aqui, embora saiba que pouco irias dizer, mas és aquele amigo, forte, do peito, sei que me irias aquecer coração, tão frio que está.
Hoje puseram tudo em causa... e eu pus-me em causa também, porquê eu e não ele? serei melhor? Hoje pensei em fazer as malas e zarpar para bem longe... Hoje não quero ficar, com estas incógnitas, com conjecturas feitas a meu respeito por quem não me respeita.
Hoje não me sinto dona da minha vida nem do meu futuro, sinto-me presa num emaranhado sem fim à vista.
Definitivamente hoje não quero ficar...

10 comentários:

Anónimo disse...

Obrigado. Olha, por tudo e por nada. Por me teres acompanhado na fuga à obcessão pelo nada. Não sei onde "ele" está. Se quiseres, pego na minha nave e vamos ambos procurá-lo. Se calhar, o melhor será não ires a lado nenhum e ficares. Vê bem, ele regressa e desencontram-se. Ficas mais perdida. Respira fundo, tudo tem o seu tempo e, quer o queiras, quer não, o sol volta sempre a brilhar. A vida é demasiado boa para o ignorarmos.

Alma Nova disse...

Há alturas na vida em que apetece, simplesmente, querer "mudar de vida"...fazer as malas e partir...mas...para onde? A vida continua lá, a mesma, indiferente ao que se faz. O melhor mesmo é ficar, lutar, acreditar...e vencer!

MJ disse...

Há alturas na vida em que já nada faz sentido, em que força para lutar se esvai entre cada expiração... desejamos cavar dali para fora e deixar que o mundo se componha à nossa volta, mas sem nós. Fingir que fomos uma brisa que passou por entre o cabelo daqueles que nos rodeiam.
Porque as forças e o ânimo, que carreamos para a guerra em que estamos todos os dias, já lá não estão, já morreram de tão ressequidas...
Há dias...

Mas, ainda assim, nesses dias em que repensas tudo, porque tudo o que és e fazes e sentes é posto em crise pelos outros - que diabo, estarão eles certos e tu errada, afinal, são tantos contra ti... - ainda nesses dias, dizia, existe uma última centelha...

Mesmo quando "aquele" peito já á não está... existem outros ombros que sabem que ti brilhas e que sabem do que és capaz...

Um beijo grande, minha querida amiga!

Sniqper ® disse...

Hoje sim, senti bater a saudade de te ler...Gostei.

Chris disse...

Há dias que nada parece fazer sentido...

(:

Beijo

SoNosCredita disse...

por mais auto-estima e amor... há sempre quem (ou o quê) nos consiga deixar assim... sem chão.

felizmente, acaba por passar!

*

Boop' disse...

Já passou algum tempo desde o teu post...
Espero que também a angustia tenha passado...

RC disse...

Relaxa.

Xi.

objet trouvé disse...

Estes sentimentos são só nossos, é verdade, mas são tão comuns, também. Tenho aprendido que se conseguir construir algum silêncio à minha volta, ajuda.

GK disse...

Reconheço o momento...