26 fevereiro 2007

Felicidade...
















Hoje não acordei com aquela força... hoje acordei nostálgica, melancólica...
Enquanto bebia café, pensava se haveria alguma forma mágica de voltar atrás no tempo... queria tanto!

De facto há pessoas que passam pela nossa vida e não fazem a menor ideia da saudade que deixam, de como nos marcam.
Verdade também que não sabem o impacto que as palavras delas provocam em nós. As alterações a que nos sujeitam.

Guardo uma imagem de um instante de felicidade que me persegue, quando me sinto assim.
Lembro-me de ti a chapinhares os pés na água, de me ter sentado ao teu lado e me teres dito "... se isto não for felicidade... o que será?..."
Ontem disse-te que tinha medo de nunca mais voltar a ter tempos como aqueles... curioso, que se considero aquele ano o pior da minha vida... como o posso também considerar um dos mais felizes?
Hoje disseste-me que ficaste triste, quando te disse que receava nunca mais ser feliz assim, ter perdido algures pelo caminho a minha capacidade de acreditar e querer, como sempre tive...

Verdade que amo aqueles que estão guardados aqui, no canto esquerdo...
Verdade também que há tantas formas de amar...
mas hoje... hoje não sei...


imagem: www.images.com

14 comentários:

Zaida Afonso disse...

Hoje também acordei assim, melancolica, saudosista nem sei bem de quê, de uma altura em que tinha uma gargalhada fácil, uma garra e uma vontade de viver, de conhecer, de modificar... há dias assim em que a unica coisa que me da ânimo é o sorriso sincero da minha filha, os bracinhos dela no meu pescoço. Amanhã será diferente.
Força e uma beijinho apertado

www.princesamadalena.blogs.sapo.pt

Ines disse...

Sabes o que me desanima, me deixa angustida? É o tentar explicar isso à outra pessoa e sentir que não consigo!

TONY, Duque do Mucifal disse...

sabes, isso também já me aconteceu. actualmente sinto que quando partilhava essas mesmas recordações com a tal pessoa, essa mesma pessoa também viajava no passado comigo , nas palavras...mas não nos gestos e atitudes.
Por isso,a ocnselho-te a libertar-te dessas recordações e avançar para o futuro, confiante e segura que tiveste um passado repleto de emoçoes.

Maria disse...

Minha querida amiga,
Pensar tem duas vertentes a boa e a má, ambas são necessárias na nossa vida para chegarmos a conclusões. O que ontem pensaste, hoje não sabes se consegues, mas amanhã pela força de querer vais ter, isso é viver.
Continuas a ser uma das minhas autoras preferidas, se desistes faço greve de fome...
Beijitos
Maria

PARTILHAS disse...

Sabes...
Tenho saudades tuas!
De me aninhar no teu colo e de te dar o meu!
Beijos
Amor Meu!

stela disse...

zaida:
quero comentar no teu blog, mas não consigo!
tens mail? também não consigo ver...

Ivo disse...

:( Como te entendo!!

Há dias assim... em que se acorda com o pensamento no passado... e não.... no que poderá acontecer, ou com o que temos que viver!!

Acredito que sim... que os tempos bons do passado, se repetirão no futuro, no minimo de forma igual!!

Um BEIJO!!

chuvamiuda disse...

................

também nada sei

não sei mesmo nada

não sei o que te dar, porque nada tenho

podemos sempre tentar fazer algo, a partir do nada

o que achas?

:)

...............

Beijo Narizinho e noite serena

Chris disse...

porque temos sempre dias assim, relembramos de pessoas que passaram pela nossa vida, desejando nunca terem partido, vejo.me muitas vezes nesses pensamentos!! :|

Beijo Grande

Eva disse...

Há dias assim Stela, mas com certeza amanhã será um dia mais brilhante, depois da chuva vem o arco-íris!;)

SOL disse...

Querida Stela,
Como me tenho eu lembrado daquele instante!

Dei comigo a ver a única foto que guardo daquele dia e a frase que te disse não me sai da cabeça!

Sabes, eu tenho mesmo a certeza que vamos virar o tabuleiro e inverter a sorte ao jogo! E ao resto!

Estamos cá as duas para garantir isso!

Gosto de ti!

GK disse...

Percebo-te. 2006, no geral, foi um pesadelo e, no entanto, também me deu os melhores dias da minha vida. Por outro lado, a lembrança desses dias assombra-me... E se nunca mais me sentir como me senti naquela altura? Como viver? Só de fé? :(

SoNosCredita disse...

"há pessoas que passam pela nossa vida e não fazem a menor ideia da saudade que deixam, de como nos marcam"

de facto!

o 'cantinho esquerdo' de que falas... guarda coisas tão bem guardadas que chego a ter momentos em que preferia que se tivessem perdido.
por isso mesmo, por não podermos lá voltar!

quanto à capacidade de acreditar e/ou de querer... acredito que não desaparece definitivamente.
pode é ficar esmagada por outros sentimentos, por outras defesas!

Alma Nova disse...

É verdade, minha amiga. Como eu conheço esses dias... Mas está em cada um de nós a força de continuar a acreditar no que vale a pena. Senão, que andamos por cá a fazer? Jokitas.